Artigos publicados

Entre dois continentes: literatura e narrativas humanizando médicos e pacientes

Download

Artigo publicado em 12/2010. Local de publicação: O Mundo da Saúde

Resumo

O ensino baseado exclusivamente em um modelo biomecânico tem se mostrado insuficiente para a formação de bons profissionais na área da Medicina. Com o desenvolvimento da especialidade Medicina de Família (MF) e seu estabelecimento como especialidade acadêmica foi possível uma ampliação desse modelo para a construção de um modelo biopsicossocial. Temas como reflexão, autoconhecimento, sentimentos, crenças, sofrimento, morte, compaixão e empatia, os quais têm a ver com as dimensões imponderáveis do ser humano, passaram a ser valorizados e enfocados em educação médica graças à introdução do ensino das Humanidades nos currículos de diversas universidades em todo o mundo. Este artigo mostra os benefícios de se incluir textos e métodos literários, assim como a metodologia denominada Medicina baseada em Narrativas, como instrumentos educacionais em cenários teórico-práticos de ensino da MF.